Notícias

Sporting e Benfica: a rivalidade também no futebol feminino

Sporting e Benfica: a rivalidade também no futebol feminino

2019-01-24

Ainda sem se terem encontrado na competição máxima do futebol feminino português, Sporting e Benfica já tiveram três encontros que demonstram bem a que nível pode chegar a rivalidade no nosso país.

Se há coisa que o futebol feminino não precisa, é de adeptos que extravasam a sua paixão para o campo do insulto e da pouca respeitabilidade. Já se sabe que, em Portugal, mais do que gostar de desporto, as pessoas gostam dos clubes. E que, para defender o seu clube, vale tudo, inclusive tecer comentários menos próprios seja para quem for, mas muito pior quando se trata de raparigas e jovens mulheres.

É aceite, quase tacitamente, que o recinto desportivo é o sítio onde toda a gente pode usar uma linguagem que é considerada menos própria, que vai desde o simples calão até aos palavrões.

Insultar é um ato da mais pura reprovação, quando se trata de jovens piora um pouco.

Os jogos realizados entre Sporting e Benfica foram, na sua maioria, disputados por adolescentes e jovens mulheres. Mesmo os dois que se realizaram para a 2.ª Divisão do Campeonato Nacional, tinham no Sporting uma maioria de jogadoras juniores e o Benfica também tinha algumas jogadoras nessas condições.

Imagino que quando se veste a camisola de dois clubes com tamanha dimensão, se conte que o apoio seja o mais vibrante possível e que os adversários não sejam lá muito simpáticos. Mas quando se é rapariga nestas circunstâncias, que são especiais por só agora terem começado, se espere que toda a gente exalte mais o feito do que a rivalidade. Ou, se a rivalidade existe, que não seja demonstrada de forma menos correta.

Não há necessidade de utilizar as redes sociais para achincalhar. Não há necessidade de diminuir os outros para exaltar os nossos feitos. Não há necessidade dessa postura de guerrilha verbal, só porque os outros não são do mesmo clube.

Querer arrastar o futebol feminino para a lama da polémica, do insulto, da falta de respeito que habitualmente vemos, não será uma coisa muito bonita.

Nem as jogadoras, que tão bem defendem os dois emblemas, o merecem.

Texto e foto: Anabela Brito Mendes.

Faz-te sócio e joga na nossa equipa

junta-te a nós