Notícias

Impressões Digitais: Renato Reis (Mirandela)

Impressões Digitais: Renato Reis (Mirandela)

2019-01-15

Natural de Barcelos, Renato Reis não perdia os jogos de hóquei em patins do clube mais representativo da cidade e destaca a Taça das regiões da UEFA que conquistou pelo distrito de Braga.

Qual foi a pessoa que mais influenciou a tua carreira?
Tive dois treinadores que influenciaram muito a minha carreira: o Paulo Fonseca e o Fernando Valente. Cresci imenso com eles, como jogador e como pessoa. São treinadores com grandes ideias de jogo e que me fizeram ver o futebol de outra forma.

Quem é o teu melhor amigo no futebol?
Tenho três pessoas com quem criei uma grande amizade no Desportivo das Aves: o André Costa, o Fábio Pereira e o Joel Silva. Estamos juntos constantemente. Os dois primeiros já deixaram o futebol, aos 25/26 anos. Optaram por seguir os estudos e agora um é arquiteto e o outro é engenheiro. O Joel ainda joga: está no Fafe e é o melhor marcador da Série A.

Ídolo?
É, sem dúvida, o Cristiano Ronaldo. Sempre foi a minha referência. É um exemplo como jogador e também como pessoa.

Clube de infância?
Sempre tive uma grande simpatia, e ainda tenho, pelo Gil Vicente. É o clube da minha terra, onde fiz a formação. Tenho lá muitas histórias e é um clube que me deu muito. E também gosto muito do Aves. É um clube que levo no coração para o resto da vida. Em termos dos três grandes, não tenho nenhuma preferência. A minha família não gosta muito de futebol e não fui habituado a gostar de qualquer um.

Memória mais marcante no futebol?
Tenho dois momentos marcantes: um foi a subida à Primeira Liga pelo Aves. Tínhamos uma equipa muito boa e, essencialmente, um grupo de homens espetacular! Foi, de longe, o melhor grupo que apanhei em todos estes anos que joguei futebol. O outro momento foi numa competição não muito conhecida, de amadores, quando ganhei a Taça das regiões da UEFA. Começa em Portugal, entre as várias associações, e quem vence aqui vai representar Portugal a nível europeu. Fui, pelo distrito de Braga, representar Portugal e fomos vencedores. É o único título português nessa competição. Estava na III Divisão, no Santa Maria. Foi muito importante e acabou por me dar muita projeção, não só a mim, mas a muitos outros jogadores. Depois disso, cerca de metade conseguiu um contrato profissional.

Se não fosses jogador, o que serias?
Confesso que a minha ideia sempre foi o futebol. Cheguei a abandonar os estudos no 12.º ano. Estava no curso de Ciências e Tecnologias e estava com muitas dificuldades. Abandonei porque queria mesmo ser jogador e acreditava que ia conseguir alguma coisa no futebol. Não tinha um plano B. Agora estou numa fase em que tenho de pensar nisso. Quero concluir o 12.º ano e tirar o curso de treinador de futebol. Também já pensei em tirar o curso de cabeleireiro. Sei que o Sindicato tem alguns cursos interessantes e é uma coisa em que tenho de pensar.

Tens algum ritual ou superstição antes dos jogos?
É uma coisa à qual não ligo muito. E até me faz alguma confusão quando vejo algum jogador com superstições. Não tenho qualquer tipo de superstição.

Qual é o desporto de que mais gostas a seguir ao futebol?
Gosto muito de ténis e de hóquei em patins. Adoro ver o Federer, por exemplo, acho que também é uma grande referência, e quando era mais novo ia ver muitos jogos do Óquei de Barcelos. Continua a ser uma equipa histórica, mas na altura disputava o título com o FC Porto e com o Benfica e chegou a ganhar competições europeias.

Qual é o teu prato favorito?
Como sou minhoto, para mim, a zona de Portugal onde se come melhor é no Minho. Sou suspeito…. Gosto muito de arroz de cabidela. Adoro!

Filme favorito?
Tenho alguns. Gostei muito de A Lista de Schindler.

Programa de TV ou série favorita?
CSI, Dexter, La Casa de Papel, Narcos….

Livro favorito?
Não costumo ler livros.

Grupo ou cantor de eleição?
Gosto muito de AC/DC e de Arctic Monkeys, mas, se calhar, Gogol Bordello é o preferido.

Férias de sonho?
Bora Bora.

Cidade favorita?
Barcelos. Claro!

Hobby preferido?
Jogar às cartas.

Qual foi o dia mais feliz da tua vida?
Em termos desportivos foi quando assinei o meu primeiro contrato profissional.


Perfil
Nome: Renato Hipólito Castro Reis
Data de nascimento: 16 de novembro de 1990
Posição: Defesa
Percurso como jogador: Gil Vicente (formação), Gil Vicente, Ribeirão, Santa Maria, Desportivo das Aves, Sporting da Covilhã e Mirandela.

Faz-te sócio e joga na nossa equipa

junta-te a nós