Notícias

Sporting CP avança para a final da Taça de Portugal feminina

Sporting CP avança para a final da Taça de Portugal feminina

2018-05-14

O sonho do Estoril de poder ultrapassar a desvantagem de 1-0 da primeira mão da meia-final da Taça de Portugal desvaneceu-se ao minuto 12 quando o Sporting CP inaugurou o marcador, através de uma saída rápida para o ataque, pelo seu lado direito.

O resultado alcançado pelo Estoril há umas semanas para a Liga Allianz podia antecipar que iríamos ter um jogo disputado e com alguma incerteza. Tal não aconteceu porque o Sporting CP mostrou de forma categórica o porquê de ter reconquistado a Liga Allianz no fim-de-semana passado, em Alvalade, com uma exibição das melhores que se viram da equipa nos últimos jogos.

Era previsível que o Estoril tivesse de abrir mais espaços na procura do único resultado que lhe interessava e aí o Sporting foi irrepreensível. Recuperações de bola do seu meio campo e saídas rápidas da bola, invariavelmente, para o corredor direito, onde a Ana Borges tinha o cuidado de colocar a bola em perfeitas condições para a finalização da jogadora que aparecesse. Foi assim no 1º e 2º golos (Diana Silva e Tatiana Pinto, respetivamente).

A defesa do Estoril raramente se conseguiu entender com as movimentações das jogadoras do Sporting e o seu meio-campo não tinha capacidade para anular a troca de bola simples, mas eficaz da linha média sportinguista.

Ainda assim, o Estoril teve uma ocasião soberana para empatar a partida numa desatenção da defesa leonina e podia relançar a eliminatória, mas Patrícia Morais resolveu com relativa facilidade.

Com o avançar do relógio começava a ser evidente a maior disponibilidade e frescura física das jogadoras do Sporting e os golos surgem naturalmente em jogadas bem construídas, quase sempre ao primeiro toque com desmarcações rápidas.

Sem nunca baixar os braços, o Estoril alcança o seu golo logo no arranque da segunda parte, através de um canto, algo que o Sporting terá de rever urgentemente se não quiser ter dissabores maiores (recorde-se que o SC Braga marcou o seu golo na final da Supertaça, em Coimbra, num lance de bola parada também).

A história desta 2ª mão da meia-final ficou escrita e concluída logo na primeira parte, o que permitiu ao Sporting gerir a vantagem (e até ampliá-la) na etapa complementar.

A final da Taça de Portugal irá opor o Sporting CP ao SC Braga, no próximo dia 27 de maio, no Estádio Nacional, pelas 17h15, e será a reedição da final da época passada, a que assistiram mais de 12 mil espectadores.

Que seja mais um excelente dia para a promoção do futebol feminino nacional.

Texto: Maria João Xavier
Foto: Anabela Brito Mendes

Faz-te sócio e joga na nossa equipa

junta-te a nós